0092UTILIZADORES ONLINE

Corrida da Mulher 2016

Corrida da Mulher

A 11ª edição ada Corrida da Mulher, este domingo realizada no Porto, bateu todos os recordes das edições anteriores e atingiu as elevadas expectativas previamente anunciadas. Um mar, em tons de rosa claro, de 20 mil mulheres invadiu e inundou ruas vitais do Porto, desde a Alameda das Antas até à Avenidas dos Aliados, onde estava instalada a meta, numa festa deveras espantosa que não deixou de se constituir como um hino à vida e à alegria, mesmo tendo em conta que angariava fundos para um flagelo terrível, que continua a ser o cancro da mama, o qual, como se sabe, hoje também atinge a população masculina.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

Vinte mil mulheres! Quem diria que isto seria possível nos primórdios do evento, aquando do seu lançamento pioneiro em Portugal a 5 de Março do ano de 2006, entre Matosinhos e a Avenida da Boavista, ainda que este se tenha mostrado desde logo um projecto com pernas para andar. Nessa primeira edição estiveram presentes cerca de dez mil mulheres, na altura também vestidas de rosa, hoje esse número foi duplicado, e isto tudo em apenas uma década.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

Jorge Teixeira, director-geral de eventos da Runporto, reconheceu o grande sucesso alcançado e coloca de imediato uma fasquia ainda mais alta para ser ultrapassada, mantendo uma linguagem atlética. “Creio que este evento tem enorme potencial e o desafio é de termos para o ano 25 mil mulheres nas ruas do Porto!”

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

O frescor inicial da manhã portuense foi dando lugar a um bem temperado e bonito dia de Primavera, e as tais 20 mil mulheres lá evoluíram, cada uma a seu passo, na cola das atletas de elite. De entre estas a principal favorita, Filomena Costa, da Associação Jardim da Serra, foi a esperada vencedora, fazendo o trajecto de 5km de extensão em 15m03s. Mesmo tendo em conta o pendor claramente descendente do percurso trata-se de um registo cronométrico muito interessante para quem deverá, ou poderá, ser maratonista olímpica em Agosto no Rio de Janeiro.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

A seguir à minhota classificaram-se Catarina Ribeiro (SL Benfica), com 15m21s, e Vanessa Carvalho (Cyclones Sanitop), com 16m25s. Como se pode ver, as diferenças entre cada uma das do pódio foram bem vincadas.

Filomena Costa tornou-se, portanto, numa nova vencedora da Corrida da Mulher, juntando o seu nome a um quadro de grandes atletas, encimado por Fernanda Ribeiro mas que conta também com Marisa Barros, Mónica Silva, Leonor Carneiro, Fátima Silva, Doroteia Peixoto e Silvana Dias.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

Muita gente acompanhou de fora a evolução de tanta mulher no belo percurso das Antas, com o Estádio do Dragão em pano de fundo, aos Aliados, passando por locais lindíssimos de uma Invicta em festa a caminho do São João, mas sempre se deverá destacar a presença de duas autênticas madrinhas da prova, a ex-atleta Aurora Cunha e a apresentadora Cláudia Jacques.

Em todo o caso, ficou mais uma vez demonstrado que numa cidade que ostenta o verde e o branco na sua bandeira, o rosa também pode ser uma cor compatível com a beleza e nobreza da cidade do Porto!

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40image_41image_42image_43image_44image_45image_46image_47image_48image_49
close